Máscara em tempos de COVID



A OMS e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças recomendam o uso da máscara quando há a necessidade de se se sair de casa.

Cobrir nariz e boca com tecido é uma das ações preventivas mais importantes para se evitar o contágio.

De acordo com estudos e observações feitos em vários países do mundo, o uso da máscara em momentos com chances de exposição ao vírus reduz o risco de infecção em 70%.

Isso é importante porque nos indivíduos que contraíram o vírus, a doença demora alguns dias para se manifestar e também porque indivíduos assintomáticos transmitem o vírus normalmente. Assim o uso da máscara impediria a contaminação por pessoas que nem sabem que estão com o vírus.


Qual a máscara ideal?

Tudo depende da escolha de uma máscara adequada, que tenha duas ou três camadas de tecido de algodão ou poliéster, com trama densa, e que cubra o rosto desde a parte superior do nariz até o queixo, ficando bem justa à pele, sem nenhuma passagem de ar.

Ela deve ser confortável para não machucar a nuca ou as orelhas.

A recomendação é que todas as pessoas com mais de 2 anos de idade usem máscara o tempo todo que estiverem fora de casa e que saiam com máscara reserva e troquem imediatamente caso sujem ou fiquem úmidas.


Cuidados com a máscara

A máscara pode ser lavada na máquina junto com outras roupas. Você também pode deixá-la de molho por uns 20 minutos em solução de água e lysoform ou água sanitária diluída em água, enxague e deixe secar. O importante é deixar secar bem antes de usar. E se perceber algum rasgo ou furo, descarte-a imediatamente.


Não relaxe as outras medidas

No entanto, mesmo usando máscara, é necessário continuar com os outros procedimentos, tal como o distanciamento físico de pelo menos 2 metros e lavar as mãos com água e sabão, quando possível, e passar álcool em gel.


Se você faz parte do grupo de risco ou se expõe a situações mais arriscadas, o modelo N95 pode ser usado, mas as máscaras convencionais de tecido são eficazes.

Já o face shield é essencial aos profissionais de saúde e a quem tem que lidar com o público, mas não adiantam nada se usados sozinhos, sem a máscara.


Enquanto não houver a vacina segura e eficaz, a máscara fará parte do nosso dia a dia e por mais que possa ser incomoda, é nossa garantia de segurança contra a contaminação.


"A gente cansou do vírus, pena que ele ainda não cansou da gente" (Agência África)


10 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo